Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Viver é Caminhar

Viver é Caminhar

Dizer em Voz Alta

Temos de ter a coragem de dizer abertamente que passamos por abortos espontâneos.

Fazê-lo com a mesma naturalidade que dizemos que tirámos a vesicula.

Queria eu já estar neste patamar.

Acontece que não consigo dizer abertamente, não por vergonha, não por ficar deprimida, mas porque as pessoas iam olhar para mim como coitadinha. Porque é assim que elas olham para todas as pessoas que passam por dificuldades em engravidar, eu vejo bem os olhos delas.

Não fazer por mal, mas fazem.

Acho que só vou conseguir dizer depois de ter conseguido uma gravidez depois das 12 semanas. Queria ser mais corajosa do que sou. Queria poder dizer a todas que passam por isto que não estão sozinhas e que isto não é o nosso fim nem o fim dos nossos sonhos.

Queria dizer que isso é natural, que acontece a muitas mais pessoas do que conseguimos imaginar.

Queria poder dizer em voz alta o que hoje sinto, "Sim passei por dois abortos espontâneos, sofri, chorei, mas estou a  conseguir ser feliz".

Passar por isto é horrível e só quem passou sabe o que se sente, é triste, é doloroso.

Mas a memoria não é feita só de sangue, lagrimas e gritos de dor. É também feita de abraços, de telefonemas que recebemos na hora exacta, das orações que fazemos ao ser que parte. O Amor também é saber aceitar que somos frágeis e que a vida é frágil, mas o Amor é imensamente maior que todas as dores. 

Continuar a caminhar no Amor, custa mas é o único caminho.

2 comentários

Comentar post