Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Viver é Caminhar

Viver é Caminhar

A Bela e o Monstro - voltar a ser criança

Fui ver a Bela e o Monstro, com uma das minha queridas amigas de jardim-de-infância (versão original, claro esta)

Adorei! Voltei a minha infância, e foi muito bom!

 

Não me venham coma conversa que a Disney só tem histórias de princesas que viveram felizes para sempre, que mostram as meninas que a vida é fácil. Para quem conhece esta história sabe que não é nada disto que ela trata.

Trata das diferenças que existem entre as pessoas em comunidades grande e pequenas, e como devemos aceitar, respeitar e amar essa diferença. A Bela por exemplo era vista como uma estranha, diferente e era por isso que para aquela comunidade era difícil de aceitar.

Trata também do amor incondicional, por exemplo amor de pais e filhas, mães e filhos, e de amigos .

Trata sobretudo de aprender o significado do amor. Não do gostar, porque gostar não depende de nós.

Do amar, que este sim depende da nossa vontade.

Amar o diferente, amar quem nos trata mal, e amar o interior de cada um e não o corpo e o feitio que mascaram o mais profundo de cada um.

É um filme que nos diz que amar é difícil, mas que amar e por isso o amor são a única maneira de nos libertarmos e sermos felizes.

Depois do filme terminar queríamos as duas que ele não acabasse, ou que voltasse a repetir. e as musicas que sabiamos em versão brasileira... foi magico! 

É um filme maravilhoso foi uma bela surpresa para mim que cresci com a Bela e os seus amigos.

Recomendo para todas as idades. É um filme a não perder!

1 comentário

Comentar post